segunda-feira, 23 de julho de 2012

Um Homem Sedutor




O mundo de Romero ­­ mais conhecido por Don Romerito ­­ poderia ser o paraíso da sedução. Diante da intensidade daquele olhar, as mulheres rendiam-se fascinadas. Tudo fluía num clima perfeito. Satisfação garantida desde que elas não esperassem nada além dos tórridos momentos de prazer. Por uma estranha coincidência (ou seria abençoada?), suas conquistas amorosas, após alguns encontros, conheciam outros homens, casavam e viviam felizes. As boas línguas diziam que Don Romerito ­­― o amante avesso a compromissos ­­ era devoto de um santo casamenteiro. 

(*) Imagem: Google

18 comentários:

  1. Vita,que delicioso seu conto!Adoro os finais inusitados!bjs,

    ResponderExcluir
  2. Sandra M A Koenigstein23 de julho de 2012 18:44

    Dolce Vita,

    este amante realmente não manda flores ,mas poderia se materializar,acho que gostaríamos de ter um encontro com ele!
    Mas como não sairá do conto,como o da Rosa Púrpura,fico feliz em te conhecer ao menos voce, Dolce Vita!
    Escreve bem e me fisgou de primeira!até o próximo conto,bjs

    ResponderExcluir
  3. Muito bom. Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Olá parabens pelo blog tb escrevo contos microcontos e outros de uma olhada no www.moviemento.blogspot.com

    ate mais!!!

    ResponderExcluir
  5. Dolce,
    na tua doce ironia eu diria que Romerito, no fundo no fundo, é uma amante às avessas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Profundo antagonismo
    mui belo contado

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  7. Olá, parabéns pelo seu blog!
    se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  8. Don Romerito não é ficcional. Existem muitos e são muito bem avaliados. Só que eles existem sem a coincidência.

    ResponderExcluir
  9. rs...
    incrível texto...
    o sonho de consumo de uma grande massa por aí!
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Hoje é dia do(a) Escritor(a), parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Dom Romerito tinha o dom do amor:fascinava.

    ResponderExcluir