sábado, 30 de junho de 2012

A Sombra do Silêncio



Um deserto ocupou lentamente o espaço do que teriam a dizer um ao outro. Tudo era morno, sem gosto e igual. 


(*) Imagem: Google

6 comentários:

  1. Desertos comem o amor pelas beiradas de dentro.

    ResponderExcluir
  2. Soledad en compañia, horrible
    Un abrazo

    ResponderExcluir
  3. É uma situação que todos, creio eu, conhecem muito bem. Eu já pisei muitas vezes nas areias quentes desse deserto. kkkk Muito bom, como sempre, Dolce!

    ResponderExcluir
  4. ta aí uma merda de situação!!!
    parabéns colega por este espaço
    saudações...

    ResponderExcluir